Novos Artistas - Pedro Alex

Pedro Alex insere frescor brasileiro na Black Music e é o nosso terceiro destaque da seção "Novos Artistas"


Pedro Alex é fã de música preta. Tudo o que envolve a “black music” e suas vertentes faz a cabeça deste jovem de 22 anos, nascido e criado em Brasília.


Ninja de estúdio, Pedro Alex é multi-instrumentista: toca baixo, piano, bateria, guitarra e violão. Produz ou co-produz a maioria de suas músicas, sendo que “Vem Ficar” tem produção assinada por Iuri Rio Branco (conhecido por produzir nomes como Flora Matos e Jean Tassy), além disso estuda os estilos musicais criados em décadas passadas (como MPB, R&B, soul, funk, reggae e afrobeat) e os renova com arranjos modernos e a retórica inerente à geração.


Filho do cantor e compositor do Natiruts, Alexandre Carlo, nasceu e cresceu cercado de música. No estúdio Zeroneutro, montado no quintal de sua casa em Brasília, nasceram seus três primeiros singles já lançados em 2020: “(Não Vou Mais) Te Esperar“ (que estará em seu disco de estreia), “Parti Pra Ver“ em parceria com os cariocas ODobro e “Um Só“ com o brasiliense Phyre.

Seu disco de estreia está previsto para 9 de julho e a faixa título, “Vibrações”, resume os votos do artista: “Desejos de paz pro mundo todo / Sei que vão chegar / Vibrações que trazem bem pra alma / Sei que vão chegar”. A positividade rege a música, que conta com feat. do rapper PRS, o Peres.


”Velas Acesas” traz uma atmosfera espacial, numa chamada à um paralelo utópico.


“Calma” (feat. Bea) avisa que “a pressa não leva a nada” e conta com trechos em inglês entoados pela doce voz da cantora. “Neoul” é um neologismo para neo soul, ressignificado com alguns toques de bossa nova em sua harmonia e ritmização. “Fala de uma Vez” dá espaço à melodia do reggae numa timbragem muito interessante.


“Preta” é um R&B com arranjos percussivos que conta com a co-produção de Alexandre Carlo, vocalista do Natiruts e pai de Pedro Alex. Não à toa, o jovem músico de voz macia nasceu e cresceu cercado de música. Do estúdio Zeroneutro, montado no quintal de sua casa em Brasília, nasceu o disco “Vibrações”.


“Vem Ficar” é um afrobeat moderno, com timbres eletrônicos, que Pedro produziu junto com os parceiros Kevin Ndjana e Iuri Rio Branco (conhecido por produzir nomes como Flora Matos e Jean Tassy). É o refresco pop que o estilo de Fela Kuti merece, tendo como referências os também nigerianos da nova geração Burna Boy e WizKid. Assista ao clipe de “Vem Ficar”, que evoca a liberdade em meio ao cerrado brasileiro.




Antes de lançar o álbum, dia 25 de junho chega novo clip no formato curta-metragem, contendo as músicas “Neoul” e a inédita “Vela Acesas”. O roteiro traz a narrativa de um casal (Pedro Alex e Kamila Souto) se conhecendo e ganhando intimidade, com atenção especial aos pequenos detalhes da vida, como tomar café ou sol. Contemplar a vida e aproveitar os momentos construídos é a mensagem.


O cenário mostra um passeio pela mágica Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Além de cachoeiras, o principal atrativo do local, o vídeo percorre três cidades e suas diferentes atmosferas: Colinas do Sul, São Jorge e Alto Paraíso.


Confira suas músicas no Spotfy:


Quer participar e mostrar o seu trabalho? Envie seu material de divulgação para girabrazil@gmail.com



























Posts Recentes